Quando um homem se cansa de Londres, ele está cansado da vida; porque há em Londres tudo que a vida pode trazer. - Samuel Johnson


    Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Compartilhe
    avatar
    Night's Lord
    Admin

    Mensagens : 412
    Data de inscrição : 09/03/2016

    Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Night's Lord em Sex Jan 12, 2018 7:46 pm

    Uma noite chuvosa... na verdade já chovia a tantos dias que as pessoas já se perguntavam se o Ragnarok finalmente estava vindo... plantações perdidas, animais mortos, crianças doentes por causa da umidade...

    O lado bom dessa chuva é que poderia lavar sem grandes problemas todo o mar de sangue no castelo de Danislav... talvez o ultimo que faltava para a maior difamação dos Senhores das Sombras acabar... muitos vampiros foram mortos, assim como seus carniçais, lacaios e qualquer outro que foi idiota o suficiente para enfrentar a massa de Senhores das Sombras raivosos...

    Em meio a tudo isso, uma criatura se encolhia de dor... era a unica coisa que poderia fazer... visto a estar sendo torturado pelos homens lobos... que se divertiam com tudo isso... falavam só porque ele traiu sua gente, que poderia escapar ileso das garras do Avô Trovão...

    E foi nessa exata hora que um trovão ressoou... mais alto que qualquer outro que qualquer um ali presente já tivesse ouvido, ou até mesmo sonhado em ouvir... mas para todos era claro... Era o próprio Avô Trovão, um dos espíritos mais antigos e respeitado, não só naquelas ermas terras, mas também em qualquer lugar que houvesse seres com bom senso... seja vivo ou morto...

    A mensagem os Sacerdotes dos lobo, logo a repassaram... Deixem a jovem criatura em paz
    Algo como isso, ninguém ali jamais esperaria... talvez de outra tribo, de outro espírito... mas de um dos mais temidos espíritos...

    Todos saíram da sala... resmungando, arrastando os pés... dando soco em paredes, até mesmo uns nos outros... só ficou o mais velhos dos xamãs... que fora o responsável por carregar e transmitir as vontades do Avô Trovão!


    Viva sua pobre vida, se conseguir se recuperar dos ferimentos causados pelos meus netos... sua vida agora me pertence, e não porque você se fez de bom e nos entregou seu senhor e sua família... e sim, porque há esperança em você... viva, ou tente viver... te desafio a buscar a redenção, e poder voltar a ser amado pela Mãe de todos nós... você tem a fibra característica de seus ancestrais... e se realmente for digno delas, viverá e aceitará e cumprirá meus desafios...

    Após se recuperar, se é que vai, você irá para o oeste, sairá de minhas terras, está banido até que se redima de tudo e volte a ser um ser parente de verdade... proíbo qualquer espirito que me serve a te ajudar, isso você deverá fazer por conta própria...

    No oeste está acontecendo coisas, que tem feito muitos espíritos ficarem aborrecidos e a Mãe chorar... já enviei alguns dos meus seguidores, mas até agora não obtive resposta... não quero perder mais nenhum... todos me são muito importantes e preciso deles aqui... então você irá para mim, resolver ou tentar compreender o que está acontecendo...

    Se você morrer, só será mais um sangue suga qualquer... se viver... será porque és realmente um filho destas terras ancestrais...

    Só uma ajuda lhe darei... procure os que vocês chama de Gangrel, eles poderão lhe ajudar...


    Após essa mensagem, o ultimo lobo se vai, e tudo fica escuro novamente...
    mas é possível ouvir o canto do galo... a aurora não demora... e o vampiro está no chão de uma torre que não lhe dará proteção suficiente para a sua maldição...
    avatar
    Athanasius Danislav

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 12/01/2018

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Athanasius Danislav em Sex Jan 12, 2018 8:18 pm

    *O Tzimisce tinha o rosto manchado das lagrimas de sangue que escorriam mesmo depois dos xamãs terem ido embora.

    Ele se mexia lentamente como uma criança, estava tremulo e mal acreditava o que tinha acontecido. Era tudo fantastico. O avô tinha o visto, tinha visto o que ele tinha feito, ele foi poupado e foi dado uma chance para se redimir, para limpar seu nome e de sua familia.

    Ele fez o que tinha que ser feito, mas agora a nova missão tinha sido recebido pelo Danislav o ultimo de sua linhagem. Ele orgulhoso mesmo que tenha sido tocado pela Wyrm, ele começou a se arrastar e disse.*

    - Não irei correr de meu destino Avô se eu cair é porque não era digno de sua benção e que minha alma sofra com meus pecados e de minha família. Mas eu irei triunfar. Não foi abençoado em ser um filho de Gaia completo, mas irei fazer o possível e o impossível para sarar as feridas da mãe, nessa minha amaldiçoada forma.

    *Dizendo isso, o Tzimisce se arrasta o mais rapido que suas feridas o deixavam pelas escadas da torre, iria de encontro ao local secreto nas catacumbas de seu antigo senhor para ali descansar e se curar de suas feridas, quando acordar viajaria para o local indicado. Era hora de ir embora daquelas terras e desbravar novos ares em nome do avô.*
    avatar
    Athanasius Danislav

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 12/01/2018

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Athanasius Danislav em Sex Jan 12, 2018 9:09 pm

    *A noite se adiantava, mas devido a seus ferimentos, Athanasius despertou tarde, seus ferimentos estavam ainda expostos, mas estavam se curando lentamente. Ele então ousou se mexer, foi dolorido, seus antigos parentes eram armas mortais, realmente tinham feito um estrago, os ferimentos eram profundos e difíceis de se curar.

    Depois de escolher outra roupa, tirando os trapos da ultima noite, o Tzimisce urrou quando sentiu que a besta estava próxima de tomar conta, a fome era extrema, seu corpo morto tinha gasto muito de seu precioso vitae para curar os terríveis danos da outra noite, então subindo novamente para o abraço da noite que acariciava seu rosto ferido com o vento gelado, o Danislav caminha em direção a cidade mais próxima na qual era acostumado a ir.

    Caminhando sempre com dificuldade, segurando a ferida em suas costelas com uma das mãos, o vampiro caminhava sempre perto das sombras, alguns flashes da noite anterior por vezes o assombravam, mas logo ele continuava sua caminhada para sua refeição, para o ato a qual foi preparado quando foi abraçado por seu antigo senhor.

    Finalmente tinha chegado a cidade, a fome estava queimando como nunca, a cidade estava praticamente vazia pela avançada hora da noite, caminhando pelas ruas as vezes se apoiando em muros, o Tzimisce finalmente tinha encontrado sua presa, era uma mulher da vida, mesmo sendo uma horrivel profissão, a mulher era atraente.
    O Tzimisce esperou os andarilhos que ali caminhavam irem embora, contornou a mulher pela rua de trás assim que estava perto da mesma, utilizou de sua pouca força do sangue para agarra-la por trás e usar seu dom para tampar a boca da mulher com a própria pele. Ele arrastou a mulher para um beco que apesar de estar ferido com alguma facilidade, ele sussurrou em seu ouvido para que ela não temesse pois não iria morrer naquela noite, tudo dependeria dela.
    Imediatamente ele ja estava em êxtase quando sorvia generosas goladas do sangue da mulher, depois de alguns minutos, estava mais que satisfeito. Deixou a mulher desfalecida cair no chão e lhe devolveu a boca.

    Tinha que voltar para seu antigo refugio para preparar a sua ida para o Oeste.

    Chegando novamente ao local, rapidamente preparou suas bagagens, os títulos de seu senhor que ja estava em seu nome, a qual tinha feito a algumas noites atras. Iria embora antes que a noticia se espalhasse e seus irmãos viessem ver o que tinha acontecido.

    Com tudo pronto, a ultima coisa que fez foi colocar fogo no antigo local onde morou por anos e seguiu com a dirigência para onde navegaria até o Oeste.
    avatar
    Night's Lord
    Admin

    Mensagens : 412
    Data de inscrição : 09/03/2016

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Night's Lord em Sab Jan 13, 2018 11:18 pm

    O Tzmisc agora meio alimentado, pelas refeições descentes que havia feito, se arruma, e logo no começo da próxima noite pega o primeiro trem para o oeste, parando na Alemanha, mas precisamente em Berlim, uma cidade dominada pelos Ventrue, mas também onde havia uma forte presença do clã da besta...

    Na saída do vagão, o Tzmisce já estava faminto... Não a ponto de encontrar novamente a besta... Mas havia urgência em se alimentar...

    Berlim é uma cidade-estado movimentada... Com uma vida noturna muito maior que a cidade ao qual o cainita viera... Por isso não seria muito difícil a sua alimentação, se não fosse uma sensação inquieta que estava sendo observado...

    Um olhar rápido não fora possível identificar alguma ameaça, mas fora possível identificar possíveis vítimas...

    Agora era a hora do vampiro tomar uma decisão... Pelo relógio na estação, sabia que tinha algum tempo para se alimentar e arrumar um esconderijo... Visto serem pouco mais de duas da manhã .. Mas como era verão, e em uma terra onde o fuso horário era diferente e além de ser-lhe desconhecida, o tempo poderia não ser aquele costumeiro no leste europeu... E nem sabia também qual as regras e costumes locais...
    avatar
    Athanasius Danislav

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 12/01/2018

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Athanasius Danislav em Dom Jan 14, 2018 2:06 pm

    *O Tzimisce caminhava em direção a um parque na qual tinha visto em um informativo na estação.
    Ele por vezes parava e olhava em volta como se estivesse perdido, mas estava mesmo é procurando alguém que poderia estar o seguindo, mas a fome começa a incomodar novamente.
    Quem passasse por ele notaria que era um nobre, estava bem vestido e com roupas impecáveis.
    Caminhando com suas duas malas que continham seus títulos e o que realmente era valioso e outra de roupa, o vampiro esperava chamar atenção se passando por turista.
    Adentrando ao parque, ele parou e analisou o local, odiaria encontrar com algum tipo de cainita, queria passar por Berlin sem ser notado.
    Então caminhou e se sentou em um banco na parte isolada do parque, esperou alguns minutos e foi o suficiente, estava com sorte aquela noite e os 2 ladrões que achavam que iriam faturar alto a noite se deram muito mal.
    Se aproximaram de Athanasius falando alemao, o Tzimisce fala pouco da lingua, mas podia notar que eles estavam anunciando um assalto. Prontamente o Tzimisce levantou os braços e transpareceu que estava com medo, ele repetia inumeras vezes.*

    - Du kannst alles nehmen, tu mir nicht weh! Du kannst alles nehmen, tu mir nicht weh.!

    Tradução: Podem levar tudo, só não me machuque

    *Enquanto um se aproximou para começar a abrir as malas, o outro ficou perto de uma arvore para ter certeza que ninguém iria atrapalhar.
    Foi nessa hora que em um rápido movimento, o Tzimisce acertou o homem que estava distraído tentando abrir suas malas que tinham um mecanismo de abertura incomum, feito sob encomenda.
    O homem caiu desmaiado enquanto o outro olhou para ver o que estava acontecendo, foi atordoado tambem com um belo golpe que explodiu o nariz em sangue.
    O Tzimisce rapidamente olhou em volta e nas esquinas das arvores para ver se não existia passantes por ali.
    Sentou os dois homens desacordados no banco e se sentou entre eles, como se estivesse falando no ouvido de um, ele começou a se alimentar, mas sempre em alerta ao seu redor, o sentimento de estar sendo observado não era algo que ele gostasse, em uma das mãos ele usou seu sangue para crescer as garras da besta para caso precisasse se defender de algum perigo maior que humanos.
    Depois de terminar, ele deixou os homens para morrerem ali mesmo, não eram dignos de viver, eram piores do que ele, predavam a própria raça. Então limpou sua boca com um lenço e começou a se preparar para voltar para pegar o trem. Analisando suas malas devagar para ver se nada tinha sido danificado.*
    avatar
    Night's Lord
    Admin

    Mensagens : 412
    Data de inscrição : 09/03/2016

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Night's Lord em Dom Jan 14, 2018 3:37 pm

    A sensação nunca o ambandonou... Sempre distante mas sempre presente... Você não sabe para onde ir, onde arrumar um bom lugar para dormir sossegado... Um hotel de beira de estrada poderia ser uma hipótese, pois os donos não costumam fazer perguntas e nem se importam da hora em que os inquilinos chegam e da onde vem e para onde irão... Bastando somente o pagamento adiantado do quarto...

    Hoteis mais nobres poderiam atrair atenção desnecessária...

    Em quanto analisava sua situação, um velho senhor de porte altivo, e com uma expressão corporal que poderia facilmente ser interpretada como um militar, te aborda de forma educada e com voz baixa...

    -viajantes sempre são bem vindos, principalmente quando parecem estar perdidos...

    O senhor deu sorte de a pequena praça estar vazia hoje. .
    aqueles mesmos homens haviam matado dois jovens turistas ontem... Os coitados sairam se aliviar e acabaram sendo aliviados das proprias vidas, por isso a praça ficiu vazia hoje... Não que costume ficar cheia as essas horas, mas sempre havia algum casal de jovens que não conseguem segurar o fogo dentro deles, e prostitutas pir lá...

    Eu sou o encarregado de vigiar essa região, e meus anigos animais sempre me alertam caso algum "amigo" apareça na estação...

    Me chamo Wagner o Germânico, e você caro viajante?


    Você não percebe hostilidade vinda do ser a sua frente, mas ela também aparenta que não vai te deixar perambular pela cidade sem antes se apresentar... E nem mesmo entrar no trem...

    Você tem duas opções, ou luta com ele, ou leva a conversa adiante e até mesmo quem sabe não arruma um local para dormir...
    avatar
    Athanasius Danislav

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 12/01/2018

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Athanasius Danislav em Dom Jan 14, 2018 5:36 pm

    *O Tzimisce faz um comprimento cortes para o homem, analisando seus metodos e seus dizeres, ele então diz para o homem.*

    - Me chamo Jebediah Aecop, então era por isso que eu estava com a sensação de estar sendo observando desde que desci do trem. Realmente preciso de algum lugar para descansar.

    *O Tzimisce aguarda o que Wagner tinha a dizer, ele com a mão no bolso retorna sua mao ao normal retirando suas garras.*
    avatar
    Night's Lord
    Admin

    Mensagens : 412
    Data de inscrição : 09/03/2016

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Night's Lord em Seg Jan 15, 2018 10:04 am

    O senhor a sua frente fica pensativo... talvez esperasse uma reação melhor sua... um prolongamento do papo... mas por fim ele continua...

    - Vamos andar um pouco... Como bem sabeis, sou o responsável pela segurança da região... por isso preciso vos perguntar a qual família pertence, pois nosso regente não é muito lá tolerante, então sou obrigado a vos fazer essa indiscreta pergunta...

    De qualquer maneira, eu tenho um amigo com uma pousada especial para nossas famílias, e eu não sou tão intolerante como meu regente... na verdade não sou nada parecido com ele rsss

    Mas gosto das coisas do jeito certo...

    Então, por favor, me diga, a qual família pertence, e o que pretendeis aqui no Ducado de Berlim?


    Novamente você não sente nada de mal vindo do ser a sua frente, e é nítido o clã a qual ele pertence... pode ser um bom começo... em uma terra desconhecida...
    avatar
    Athanasius Danislav

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 12/01/2018

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Athanasius Danislav em Ter Jan 16, 2018 5:09 pm

    *Caminhando com o homem, o tzimisce segurava suas malas enquanto ouvia Wagner.
    Ele percebe que deveria ter conversado mais com o homem, mas realmente ele so queria ir embora da cidade o mais rapido possivel, mas viajar de dia era perigoso por demais.
    Então quando o homem para de falar ele começa.*

    - Sou da familia dos animais, forasteiros, solitarios, não sei como vocês chamam por aqui, meu senhor lutou junto com os Dragões na época que os Tremeres apareceram, depois de alguns anos ele me abraçou. Ficamos juntos poucos anos e ele me deixou a sorte. Agradeço todas as noites por ele ter feito isso a mim.

    *O homem podia sentir um sentimento vindo do Tzimisce, mas ele era muito convincente em se apresentar como um Gangrel, sua sorte de sua familia ter a mesma disciplina do clã dos solitarios, o ajudaria a se juntar aos mesmos.

    O Tzimisce continua a conversar enquanto caminha ao lado de Wagner.*

    - Para falar a verdade eu estou apenas de passagem, não pretendia ficar essa noite em Berlim, mas não consigo pensar que viajar ao dia possa ser um tanto que perigoso, então resolvi sair para você saber fazer o que e tentar achar um lugar para descansar esses velhos ossos.

    *O Tzimisce era extremamente simpatico e educado.*
    avatar
    Night's Lord
    Admin

    Mensagens : 412
    Data de inscrição : 09/03/2016

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Night's Lord em Qua Jan 17, 2018 6:03 pm

    Distraidamente, com os ventos no cabelo, o senhor caminha de forma tranquila, pouco preocupado com que você possa ser um inimigo ou não... Então, ou ele era um ser muito confiante e poderoso, ou somente alguém que confia no próprio poder...

    Ele levanta as sobrancelhas quando você diz que é do clã da besta... todo arrumado, vindo do leste Europeu... mas os Gangrel é um tipo de clã que há todos os tipos de personalidades... se o seu tom fosse mais arrogante, ele até desconfiaria, como ficou um pouco, mas no fim, ele parece relaxar um pouco mais, e cantarolando caminha em silêncio um certo tempo em quanto vocês se distanciam da estação...

    Em determinado momento, ele para, olha a lua por alguns instantes, ou o pouco do que se pode ver, devido ao tempo estar um tanto quanto fechado... e meio que para si mesmo diz:

    - Teremos chuva forte por vir... coitado das pessoas...

    Depois de caminharem por cerca de uns 15 minutos, por fim ele chega a um antigo prédio, mas muito bem conservado por fora, e por dentro, pelo que você pode ver pelos vidros...

    -Bom meu amigo, aqui é o local para descansais os ossos, e fugir da chuva que está por vir... e virá forte a ponto da estação ser fechada...

    Quanto a estar de passagem, se puder, diga-me a onde quereis ir, que eu te falo a que horas parte o ou os trens para vosso destino...

    Vossa mercê pode ficar tranquilo quantos quartos, eles são preparados para nós.

    Só uma dica, cuidado com nossos dons, há caçadores por essas regiões, além de lobos...
    Nisso ele "se arrepia", então, o anonimato é a melhor chance de sobreviver... ainda mais depois de coisas estranhas terem acontecido por aqui nos últimos dias... o que atraiu mais e mais desses seres insuportáveis...

    Quando ele fala de coisas estranhas, você toma ciência de outra coisa que vinha te incomodando desde que estava no trem antes mesmo de chegar na cidade...
    avatar
    Athanasius Danislav

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 12/01/2018

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Athanasius Danislav em Qua Jan 17, 2018 8:32 pm

    *O Tzimisce olha para Wagner imediatamente quando o mesmo fala sobre coisas estranhas estarem acontecendo por ali.

    Era aquilo que o Avô tinha falado para ele, ele estava no caminho certo. Provavelmente teria que ficar mais tempo que pensava em Berlim.

    Ele teria que se apresentar provavelmente para a sociedade local, o Regente. Ele coloca as malas no chão olha para Wagner e diz.*

    - Eu agradeço tudo que tem feito por mim até agora Wagner O Germanico, podes ter certeza que não esquecerei isso. Mas você falou sobre coisas estranhas acontecerem em Berlim nos últimos dias. Poderia ser mais especifico? Porque se está atraindo atenção de caçadores e dos lobos, pode ser exatamente o que eu estou procurando.

    *Ele poderia falar que está em uma cruzada contra os que estão contra eles. Ele não precisa informar mais do que aquilo para Wagner.

    Mais importante do que isso, dependendo da resposta de Wagner, ele teria que perguntar se Wagner o apresentaria ele para o Regente e daria o voto a favor da permanencia dele na cidade.*
    avatar
    Night's Lord
    Admin

    Mensagens : 412
    Data de inscrição : 09/03/2016

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Night's Lord em Qui Jan 18, 2018 9:33 am

    O Gangrel que até o momento estava distraído, olha fixamente a você, com um olhar inquisidor, como se tentando ler você e quem você realmente é...

    Por fim ele "suspira" e diz...

    - Imaginei que alguns poderiam vir para "investigar", esse tipo de fenômeno sempre atrai curiosos...
    Mas cuidado, isso está sendo tratado com cautela por pessoas realmente capacitadas... ou assim espero...

    Vou tirar vossa dúvida, pois se diz que tens vindo aqui justamente para pesquisar isso... então, quem sou eu...

    Há aproximadamente 1 semana atrás, ocorreu um sinistro fenômeno em toda a nossa região, e foi tão sinistro que muitos neófitos entraram em torpor e muitos Ancillae fugiram... e sinceramente é tudo o que sei...

    Não faz parte da minha índole sair por aí fuçando coisas das quais não entendo... Quem faz isso são os Nosferatu e algum ou outro corajoso...

    Hoje vamos dormir, amanhã vos coloco em contato com alguns conhecidos para possais investigar...

    Ainda temos algumas horas de escuridão, e é a hora mais complicada do meu serviço, pois é a hora que os neófitos gostam de causar... então boa estadia, e até a próxima noite.


    Dizendo isso, o Gangrel a sua frente saia andando em direção ao pequeno conjunto de árvores e some da sua vista, e logo em seguida é possível ver um grande cachorro preto indo em direção da estação...
    avatar
    Athanasius Danislav

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 12/01/2018

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Athanasius Danislav em Sab Jan 20, 2018 2:06 pm

    *O Tzimisce faz um positivo com a cabeça enquanto observa Wagner sumir entre as arvores.

    Quando o mesmo estava para adentrar ao local, ele observa um grande cachorro preto indo em direção a estação.

    Era estranho, mas ele tinha ideia do que era aquilo. Ou estaria louco?!

    Talvez não era hora para tentar algo arriscado, ele não sabia como a cidade estava.

    Deu os ombros adentrou ao local para se estabelecer.*
    avatar
    Night's Lord
    Admin

    Mensagens : 412
    Data de inscrição : 09/03/2016

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Night's Lord em Dom Jan 21, 2018 1:51 pm

    O tzmisc dorme uma noite inquieta... Mesmo sabendo que estava seguro no quarto ao qual estava.

    Mas uma sensação inquieta o incomodava... Algo de muito ruim estava por acontecer ou já havia acontecido...

    Você acorda cedo na outra noite, e uma carta no criado mudo do seu quarto, e uma jarra de sangue...

    Na carta estava escrito:

    Ficamos sabendo pelo vosso interesse nos acontecimentos ocorridos, se realmente quiseres se aprofundar, nos encontre na cabine de controle da estação,  que você passou aproximadamente 1km atrás nos trilhos, e aí teremos como conversar longe de ouvidos incertos.
    avatar
    Athanasius Danislav

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 12/01/2018

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Athanasius Danislav em Seg Jan 22, 2018 5:42 pm

    *O Tzimisce rapidamente se arruma enquanto pensava sobre o conteúdo da carta, sorveu até o fim da jarra com vitae que estava no criado mudo.

    Depois de trancar o local e esconder seus bens mais preciosos, o TZimisce saiu pela rua em direção ao local indicado.

    No caminho ativou sua conexão com os espíritos, saberia de tudo ao redor de a noventa metros, nao poderia e nem seria pego de surpresa se fosse alguma armadilha.*
    avatar
    Night's Lord
    Admin

    Mensagens : 412
    Data de inscrição : 09/03/2016

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Night's Lord em Ter Jan 23, 2018 10:03 am

    Novamente será uma noite chuvosa... O céu que ainda deveria estar claro, estava coberto com sinistras nuvens de chuva... Raios e trovões sendo constantes... Mais parecia o começo daqueles contos apocalípticos... O que talvez realmente fosse... A Gehena se aproxima e quem não estiver preparado sucumbirá...

    Não havia inimigos por perto, na verdade não havia muita coisa viva por perto... Somente a mesma presença sinistra que sentiras na noite de ontem, mas hoje vinha acompanhada pelo cenário chuvoso...

    Lá chegando, avista um senhor fumando um cigarro em quanto olhava para o céu... Visivelmente preocupado...

    Ao te notar, joga o cigarro no chão, apagando com os pés... Um gesto tipicamente humano...

    -Bem vindo a Berlim, sr. Athanasius... Espero que tenha feito uma boa viagem e tenha tido um bom descanso também...

    Me chamo Mc'Cane, sou um servo do clã, e também um ex policial e detetive... Estou ajudando nas investigações aqui, em quanto meu senhor está em Londres...


    O velho realmente tinha porte militar, e parecia querer voltar para dentro logo... Se era por influência do clã ou medo da chuva, ou quem sabe ambos, seria difícil saber...

    Ao entrarem, você nota que é realmente uma cabine de controle dos trilhos... Mas logo ele mexe em umas alavancas em um movimento complexo e um alçapão abre... Mostrando uma sala cheia de mapas, livros e diversas anotações e artigos de jornais e periódicos do mundo todo... Tudo a respeito ou relacionado ao tal fenómeno macabro, que pelo visto não ocorreu somente por aqui...

    Seja bem vindo... Sinta-se a vontade para olhar tudo... Depois conversaremos...

    Ao dizer isso ele pega um papel e começa a escrever algo...
    avatar
    Athanasius Danislav

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 12/01/2018

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Athanasius Danislav em Qua Jan 24, 2018 12:36 pm

    *O Tzimisce se vê surpreso ao encontrar com Mc'Cane, ele ouve em silêncio tudo que o carniçal tinha a dizer.
    Logo depois ele observa os recortes, livros entre outras coisas com atenção. Era impressionante a quantidade de informações que Mc'Cane tinha absorvido.*

    - Vejo que fez um belo trabalho meu caro Mc'Cane mas não temos muito tempo para divagações. Vamos direto ao ponto. O tempo urge em nossa porta.

    *Ele coloca suas mãos em frente ao corpo e se mantém em pé e quando aguarda Mc'Cane falar.
    Ficaria em alerta com seu poder ligado caso aquela presença sinistra se tornasse mais ameaçadora*
    avatar
    Night's Lord
    Admin

    Mensagens : 412
    Data de inscrição : 09/03/2016

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Night's Lord em Qua Jan 24, 2018 1:11 pm

    O lacaio larga o pergaminho e o olha com um certo olhar desaprovador... com certeza seria mais novo do que você, mas mesmo assim o censura... esperando que você deveria olhar tudo o que estava escrito... o tempo urgia sim, mas a pressa era inimiga da perfeição...

    - Meu caro... a pressa é inimiga perfeição... se fosse para eu te falar tudo o que sei, não teria te trazido aqui para me ajudar a interpretar tudo o que está aqui...

    Sugiro realmente que leia tudo o possível, pois assim quando sentarmos para conversar, poderemos o fazer de forma mais fluída, pois o senhor não irá ficar me interrompendo... e eu sei que vai, pois não vai entender o que eu estou lhe dizendo...

    Vamos lá, o apocalipse não baterá hoje em nossa porta... e assim eu tenho tempo de escrever umas cartas, e analisar outras que me chegaram a pouco, da Itália...


    O Velho lacaio era inflexível... não seria como você gostaria que fosse... e talvez fosse melhor assim... eram demasiadas informações para que você pudesse ouvir somente de uma fonte só... e você como alguém mais velho e que viveu mais, e tem mais conhecimento sobre o mundo das trevas do que ele, seria realmente útil olhar com calma tudo... era começo de noite ainda...
    avatar
    Athanasius Danislav

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 12/01/2018

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Athanasius Danislav em Qua Jan 24, 2018 5:59 pm

    *O Tzimisce fica observando o homem por bons 2 minutos enquanto digeria o que Mc'Cane tinha falado.
    Ele sorri e faz um negativo com a cabeça, e diz enquanto se senta para começar a olhar as correspondências e jornais.*

    - Realmente você gosta de viver na ponta da faca Mc'Cane. Admiro sua coragem.

    *Então ele da outra risada e começa a ler com atenção os jornais.*
    avatar
    Night's Lord
    Admin

    Mensagens : 412
    Data de inscrição : 09/03/2016

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Night's Lord em Qui Jan 25, 2018 10:15 am

    Longas horas O novo Gangrel passara lendo... todos aqueles documentos... vários estavam escritos em Francês, Inglês, Alemão, mas tinham alguns escritos em Russo, em Italiano e várias outra línguas..

    Os documentos em Francês e Alemão, tinham em anexo, uma tradução em Inglês dos mesmos, em alguns escritos em italiano, haviam em anexo rascunhos traduzidos, e os escritos em Russo e outras línguas, não haviam traduções, somente estavam circulados uma ou outra palavra...

    Era uma bagunça organizada, e tudo fazia sentido em um sentido mais amplo... todas as notícias pareciam se relacionar... as que não haviam uma ligação direta ou ainda não comprovada com o assunto principal, haviam um ? em vermelho...

    Relatos praticamente idênticos sobre a presença sinistra, neófitos entrando em torpor, assassinatos de pessoas que estavam investigando o assunto... presença do Sabá, presença de seres parecido com múmias... até mesmo símbolos religiosos, como o da Maçonaria e da Igreja...

    Uma conspiração mundial, alguma nova ou antiga ordem está por trás disso... após analisar tudo,
    é mais do que claro que não são meras coincidências todos esses acontecimentos... ainda mais em grandes capitais... e por ultimo ele lhe mostra um mapa... que lhe chama bem atenção...

    Era um mapa múndi... E nele havia um pentagrama gigantesco, onde as 5 pontas, pegavam o norte da Europa, EUA divisa com o México, Brasil, Oceania e o leste Asiático...

    Mas também havia pentagramas nos países da Inglaterra, França, Nos principados Alemães (Alemanha de hoje), e em outros países... e também havia um mapa com a cidade de Londres,
    de Paris, de Berlim, de Roma, e em todas haviam pentagramas desenhados...

    Chega uma hora que você é obrigado a se sentar para começar a pensar e absorver tudo o que estava vendo/lendo...

    Tudo fazia sentido, mas não havia muito mais coisas que relatos dos acontecimentos, e teorias relacionando com rituais demoníacos, que datavam de eras e eras atrás, mas que estavam presentes na tal bíblia proibida, em registros nórdicos, registros do leste europeu, até da cultura fenícia...

    Havia livros e papiros ali, que remontavam até mesmo a épocas das piramides e até mesmo antes... papiros que qualquer colecionador daria a própria mãe para obter... matariam até cristo para obter...

    Raridades...

    E em quanto você estava lendo/estudando, o lacaio estava escrevendo, lendo outras coisas, circulando algumas palavras em algumas cartas e artigos de jornais... ele não parava nunca...
    avatar
    Athanasius Danislav

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 12/01/2018

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Athanasius Danislav em Qui Jan 25, 2018 6:49 pm

    *Lendo durante muitas horas e recolhendo o máximo de informação que ele poderia, Athanasius estava realmente preocupado com os acontecimentos.

    Ele observa e percebe que de acordo com os relatos, o pentagrama ja tinha sido completado.

    Eles estavam muito atrasados para seja la o que eles deviam impedir.

    Ele pensa e depois fala para o velho carniçal.*

    - Eles ja devem estar indo para a parte final do ritual, temos que descobrir aonde sera esse final. Aparentemnte nao deve ser como foi com os pentagramas, uma cidade antiga? Mais antiga de todas talvez?

    *O Tzimisce/Gangrel pensava alto, enquanto anotava algumas outras coisas, ele então olha para o velho e diz*

    - Qual foi a ultima atividade estranha aqui na cidade?

    -
    avatar
    Night's Lord
    Admin

    Mensagens : 412
    Data de inscrição : 09/03/2016

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Night's Lord em Sex Jan 26, 2018 10:00 am

    O Lacaio confirma com a cabeça e uns resmungos sobre seu "pensamento alto"imaginava que o ritual poderia não estar completo, estava faltando alguma coisa... talvez algum outro ritual ou alguma outra coisa... ocultismo não era o forte de Mc'Cane, apesar de ter aprendido muito nesse ultimo mês...

    Ele volta a olhar para a sala com um todo, tentando enxergar algo que ainda o não havia enxergado... mas nada mais lhe vinha a mente ainda... até que se lembrou de que em Londres eles haviam feito um ultimo ritual no cemitério...

    Mas até então, esse cemitério não ficava no centro do pentagrama de Londres e também por lá nada havia ocorrido... até onde sabia...

    Quando você o chama, o lacaio sai de seu devaneio e te responde...


    - O ultimo acontecimento aqui, até onde eu sei foi a um mês atrás... pelo menos o ultimo grande acontecimento... pois há essa sensação sinistra na cidade que vem atormentando toda a comunidade sobrenatural... menos a mortal, tirando um ou outro mais sensível, não vêem e sentem nada diferente...

    Sobre o termino do ritual, eu sei pouco sobre isso, apesar de ter aprendido muito no ultimo mês, mas eu acredito que o Ritual não foi terminado... pois de acordo com a maioria dos livros antigos, quanto mais forte o ritual mais sangue ele precisa... e pelo menos até o momento, não tivemos relato de um grande sacrifício sendo feito.

    Bom, eu preciso fumar mais um cigarro meu senhor, se quiser me acompanhar, conversaremos mais um pouco lá fora sob aquele sinistro tempo, ou se preferir fique aqui para continuar estudando...


    Dizendo isso ele se levanta, apoia na cadeira os rascunhos que estava escrevendo e sobe as escadas...
    avatar
    Athanasius Danislav

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 12/01/2018

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Athanasius Danislav em Sab Jan 27, 2018 12:42 pm

    *Ele faz um positivo, se levanta e tambem vai la para fora, ele gostava do tempo que estava la fora, lembrava-se de casa.
    Ele pensou sobre o que o carniçal tinha falado, ele pensa na quantidade de sangue e diz.*

    -E se a quantidade de sangue puder ser substituida por sangue mais forte?! E se eles precisarem agora de cainitas de talvez até garous para fazer o Ritual?! Isso poderia dar um poder ou até adiantar o ritual. O que acha dessa possibilidade meu caro?

    *O Tzimisce pensava e matutava sobre Londres, era velha o suficiente e esse ritual do cemiterio longe do pentagrama normal era um tanto que curioso. O que sera que eles estavam pretentendo com isso?! Uma distração talvez?*
    avatar
    Night's Lord
    Admin

    Mensagens : 412
    Data de inscrição : 09/03/2016

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Night's Lord em Sab Jan 27, 2018 1:57 pm

    O tempo parecia o mesmo lá fora desde o começo da noite... pesado, de uma cor avermelhada arroxeada, com aspecto que logo cairia uma chuva que inundaria tudo... e mais um pouco...

    Quando você expõe seus pensamentos, e cita o termo Garou, o velho lacaio parece não entender o que você quiser dizer com isso... e fica a espera de uma explicação para esse novo termo...

    Em quanto espera ele termina de acender seu cigarro, e a visão do fogo deixa o "Gangrel" meio desconfortável, mas somente no pequeno intervalo de tempo que o lacaio acendeu o cigarro para depois apagar os fósforo...

    Após uma bela tragada, ele olha para o céu com uma expressão preocupada e até saudosa, como se estivesse relembrando algo...


    -Faz sentido essa sua suposição, apesar de não saber o que vem a ser um Garou rss, mas pode ser que eles estejam atrás de qualidade e não quantidade...

    Mas até o momento... Espera... houveram casos de assassinatos em Londres, aqui e em outras cidades importantes da Torre... eu ainda não tinha feito essa ligação... achei que era alguém se aproveitando da oportunidade para eliminar rivais... mas realmente faz sentido agora se encararmos esses assassinatos sob a perspectiva de vossa visão...


    O lacaio volta a ficar pensativo sobre o assunto... ficando tagarelando baixo e fazendo alguns gestos com as mãos, meio que para dar enfase aos seus pensamentos...
    avatar
    Athanasius Danislav

    Mensagens : 24
    Data de inscrição : 12/01/2018

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Athanasius Danislav em Seg Jan 29, 2018 4:21 pm

    - Garous é como chamamos os cães. Os lupinos. Nós e eles temos sangue de qualidade, talvez seja por isos que eles tambem estejam alvoroçados com os acontecimentos. Isso não é apenas relativo a nossa especie e sim a outras tambem.

    *Ele pensava nas possibilidades de culto que poderia estar fazendo isso.*

    - Temos algum culto que se aproxima disso? Algum culto que existiu ou ainda existe? Temos que saber se em todas as cidades membros desapareceram ou foram mortos tambem. Talvez Londres por ser antiga pode reunir mais informações para nossa pesquisa.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Introdução Athanasius Danislav Konietzko

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Maio 22, 2018 2:58 am