Quando um homem se cansa de Londres, ele está cansado da vida; porque há em Londres tudo que a vida pode trazer. - Samuel Johnson


    Introdução Bartholomeu Salazar

    Compartilhe
    avatar
    Night's Lord
    Admin

    Mensagens : 308
    Data de inscrição : 09/03/2016

    Re: Introdução Bartholomeu Salazar

    Mensagem por Night's Lord em Qui Fev 08, 2018 8:35 am

    Todos ali estavam inquietos... esse novo fato, de algo desconhecido deles,
    os estavam deixando mais recuados... até então os lacaios estavam acostumados a lidar com pirataria,
    algum ou outro embate entre vampiros, mas nada de magia... e isso os preocupava...

    A Lasombra estava pensativa, tinha algo a mais ali que ela não estava conseguindo ver... era uma cidade fortemente controlado pelos Gangrel, e isso aconteceu no quintal deles? Muito estranho... Setitas não saem do Egito... a não ser em casos extremos, mas normalmente vão para onde há alguma conexão com sua terra natal, como Londres, que possui um dos maiores acervos de peças egípcias do mundo em seus museus...

    Não... tinha que ter algo a mais em tudo isso...

    Sobre sua pergunta, ela te olha e diz:


    Tive noites ruins sim, e não é de hoje na verdade... mas essa noite foi diferente e pelo olhar de suas crianças elas concordam... mas eu não entrarei no mérito dos meus sonhos,
    pesadelos na verdade... foi muito vivido para mim... e ainda me assusta...

    Esperemos pelo meu Pai, façam o que vocês tiverem que fazer antes de zarparmos, e cuidado com os comerciantes... eles brigam diariamente uns com os outros, mas quando há algum forasteiro, eles se unem como uma única matilha...

    Eu vou ficar aqui, se me permite sr. Salazar... tenho muito o que pensar, e posso ajudar a proteger o barco em quanto o sr. estiver lá fora.

    Tudo bem?
    avatar
    Bartholomeu Salazar

    Mensagens : 18
    Data de inscrição : 13/12/2017

    Re: Introdução Bartholomeu Salazar

    Mensagem por Bartholomeu Salazar em Qui Fev 08, 2018 2:39 pm

    - Perdoe-me a ousadia, Senhorita. - dizia notada mente desconcertado diante da possível invasão.

    - Não fora meu intuito ser deveras indiscreto.. Digo pois acreditava que a noite havia de ser apenas perturbadora para mim... Todavia, ao notar suas faces aflitas, tive a convicção de que não apenas era uma "infeliz" coincidência... - Batucava com os dedos sobre a madeira toda riscada da mesa.

    - Afinal... Quais as chances de TODOS aqui serem afligidos por pesadelos capazes de fazer homens que já banharam em visceras e sangue, tremerem? - e levanto-me enquanto mandava em direção a jovem cainita, tomando-lhe a mão direita com ambas as mãos.

    Beijando suavemente do dorso das mãos,  não desprego os olhos dos delas, ainda mantendo a postura de arrependimento.

    - Quanto aos comerciantes... Agradeço o aviso...Prometo não ser responsável por nenhum alvoroço. - finalizando a reverência com uma piscadela, volto aos homens.

    - Atallu, Adrian e Papillon.. Vocês vão comigo fechar os negócios e depois, quando a noite cair, espero que ambos estejam dentro do barco... Eu e Atallu podemos aguardar o Santo Padre! - dizia enquanto sigo a passos firmes em direção ao convés.

    Pego o chapéu, o sobretudo de couro pesado e grosso, além de envolver o rosto com panos, expondo apenas os olhos. A pesada roupa servia-lhe para proteger da luminosidade, junto com as grossas luvas. E mesmo assim, mantenho-me sobre cobertura do madeirame e velas, para impedir que os raios do Sol, enquanto outro conduzia o barco.

    - Atar as velas! Apertar as cordas! Revisar as amarras! Vamos aportar novamente! E quando a noite cair, espero que já estejam aqui e carregados! Ou vão ter que ser babás de zumbis ou a sorte de assombrações que esta terra amaldiçoada carrega! Mexam-se! - Gritava a plenos pulmões, para a tropa que se movia a sua frente.

    Ouso experimentar a proteção da roupa fora das coberturas. Enquanto via ao longe as demais embarcações e os homens se movendo como formigas.
    avatar
    Night's Lord
    Admin

    Mensagens : 308
    Data de inscrição : 09/03/2016

    Re: Introdução Bartholomeu Salazar

    Mensagem por Night's Lord em Sex Fev 09, 2018 11:24 am

    O quarteto logo após o barco atracar, saem em direção ao mercado da cidade, que não tardaria a fechar, já que quase anoiteceu e ultimamente nos últimos tempos, ninguém queira ficar a noite andando pelas ruas.

    Como o Sol já estava bem baixo, o mesmo já não causaria dano significante a você.

    Nessas horas também que, se encontrarem artigos bons o suficiente para negociar, era a hora de negociar e pegar artigos mais baratos.

    Os comerciantes vêm seu grupo chegando, e percebendo se tratar de estrangeiros, começam a expor alguns produtos locais e outros de outros lugares, coisas exóticas.

    Era nítido que eles queriam vender, mas também que queiram fazer isso de pressa.

    Um "frio" também percorre seu corpo e de seus lacaios,
    fazendo com que vocês também queiram sair logo dali...
    avatar
    Bartholomeu Salazar

    Mensagens : 18
    Data de inscrição : 13/12/2017

    Re: Introdução Bartholomeu Salazar

    Mensagem por Bartholomeu Salazar em Sab Fev 10, 2018 10:08 am

    - Devido ao avançar da hora, sugiro que cada qual procure aqueles que já haviam contatado e aceitassem o carregamento amanhã cedo de toda a mercadoria, com o devido pagamento acordado no momento da entrega. Vejo vocês mais tarde.. - e ao dizer isto, sigo por entre as barracas.

    Caso houver algo além do citado, que roubasse minha atenção, eu perco meu tempo, caso contrário, apenas levo alguns filhotes daqueles "bezerros" que chamavam de cachorros, que realmente me atraíram bastante.

    Depois disto, sigo a passos ágeis em direção a pequena igreja para ver como estava o sacerdote.
    avatar
    Night's Lord
    Admin

    Mensagens : 308
    Data de inscrição : 09/03/2016

    Re: Introdução Bartholomeu Salazar

    Mensagem por Night's Lord em Sab Fev 10, 2018 3:42 pm

    O aparente receio de se separarem era nítido entre os lacaios, por isso combinaram de irem todos juntos comprar o necessário e irem embora logo para o barco, para a segurança dos braços de Poseidon.

    Já você caminha de forma tranquila pelos comerciantes, ou pelo menos o mais tranquilo que alguém experiente como você poderia. Nada de útil realmente lhe atrai por ali, você para em algumas barracas para olhar os animais, mas nada de útil lhe chama a atenção, até que em um momento,
    na ultima barraca, você encontra um homem fumando um longo cachimbo, com um cheiro até que agradável, e sorrindo ele lhe diz:


    - Acho que posso ter o que procuras, capitão.

    Este belo filhote de cachorro, esta raça que somente nós criamos e temos a permissão dos Deuses para cria-la... a Raça Odin é a raça mais pura e nobre que nós deste gélido país criamos durante incontáveis gerações.

    Normalmente eu não poderia lhe conceder esse seu desejo, mas está uma oportunidade sua será única. Lógico que por um preço descente, que espero que esteja disposto a pagar rsss

    Essa será a primeira e única vez que isso acontecerá, pelo menos em quanto eu e minha família vivermos, pois nós somos os responsáveis aqui em Midgard pela tradição e segurança desta raça divina.

    O preço de algo tão divino, só poderá ser pago por algo tão divino quanto. Aceitarás ou recuarás?
    Vosso destino está ligado a esse pequeno filhote...


    Não daria para saber se o vendedor usou algum poder em você ou não, mas você ficou realmente intrigado com a historia contada pelo mesmo. Essa raça você nunca havia encontrado antes, nem nunca ouvido falar, mas já ouvira incontáveis lendas em suas incontáveis viagens.

    Se irá pagar o preço e acreditar no destino, ou irá embora pensando no que poderia ter ocorrido,
    a decisão é sua.
    avatar
    Bartholomeu Salazar

    Mensagens : 18
    Data de inscrição : 13/12/2017

    Re: Introdução Bartholomeu Salazar

    Mensagem por Bartholomeu Salazar em Dom Fev 11, 2018 9:34 am

    Quando o cheiro do cachimbo rouba minha atenção, escuto o chamado, detendo o avanço e virando lentamente. Os passos afundaram entre neve e terra, uma mistura escura que, lentamente ia se transformando em algo parecido ao barro.

    - Hmm.. - era apenas o som que fiz quando ele conclui a explanação e, de certa maneira, foi capaz de semear a curiosidade.

    As lendas que havia escutado até remetiam a algo assim, mas viveu tempo suficiente para saber que muita coisa devia ser questionada mas, ao observar aquela aberraçãoenorme com a cria do Xerife,  sua curiosidade estava aguçada.

    "Maldito seja..." - já se aproximava do exemplar, observando-o de modo a avaliar se havia algo de  especial ou se aquele mesmo homem acreditava nas próprias palavras.

    - Diga-me, meu bom homem, o que lhe motiva então desfazer de tal especiaria como esta? - dizia com um tom suave e encantador, ao mesmo tempo sondando-o.

    Iniciava a dança do dinheiro naquele momento.

    - Além disto... O que seria... Ao vosso ver, um preço justo, neste caso em particular? - estava curioso e atraído mas buscava disfarçar.
    avatar
    Night's Lord
    Admin

    Mensagens : 308
    Data de inscrição : 09/03/2016

    Re: Introdução Bartholomeu Salazar

    Mensagem por Night's Lord em Ter Fev 13, 2018 9:09 am

    O vendedor,  quando você presta mais atenção,  não era um cara gordo, e sim um cara extremamente forte, aqueles gordos que mais parecia um ariete. Você já havia visto pessoas assim em suas viagens.

    Ele te sorri de tantas perguntas, e acariciando o pequeno filhote, que tinha uma coloração preto-avermelhada ele te responde:


    - Os espíritos antigos me orientaram sobre o senhor, ou achais que venho sempre aqui na feira? Só perguntar aos outros vendedores. Minha barraca não está perto das outras como vistes...

    O preço é o que vos é mais precioso... Pense um pouco,
    o que é mais precioso para um descendente de Caim e Abel?


    Um olhar rápido,  verificará que ele está a uns 2 metros de qualquer outra barraca, e olhares desconfiados se dirigiam a essa barraca quando algum vendedor se dignifica a olhar nessa direção.
    avatar
    Bartholomeu Salazar

    Mensagens : 18
    Data de inscrição : 13/12/2017

    Re: Introdução Bartholomeu Salazar

    Mensagem por Bartholomeu Salazar em Sex Fev 16, 2018 9:37 pm

    Off: adicionado o gasto de um ponto de fdv para sucesso automático na rodagem.
    avatar
    Night's Lord
    Admin

    Mensagens : 308
    Data de inscrição : 09/03/2016

    Re: Introdução Bartholomeu Salazar

    Mensagem por Night's Lord em Sex Fev 16, 2018 9:37 pm

    O membro 'Bartholomeu Salazar' realizou a seguinte ação: Lançar dados


    'd10' : 7, 6, 3
    avatar
    Bartholomeu Salazar

    Mensagens : 18
    Data de inscrição : 13/12/2017

    Re: Introdução Bartholomeu Salazar

    Mensagem por Bartholomeu Salazar em Sex Fev 16, 2018 9:49 pm

    - Para os de Abel não sei dizer, afinal ele sequer deixou descendentes! - e abre um sorriso maroto quebrando o gelo.

    - Então um Amaldiçoado reconhece outro... Interessante... - e deixando de lado a brincadeira, aproximo do filhote e do homem.

    Um pedido ousado para adquirir a possibilidade de acesso ao seu sangue que, sabia ser único.  O desgraçado gostaria de acessar seus segredos por um maldito cachorro? Seria divertido explorar isto, afinal.

    - Deixe-me provar a magia deste animal.. - o sutil comando era implantado com sua doce voz, enquanto com uma faca, furava-lhe a orelha ao ponto apenas de retirar uma gota de sangue e provo.

    Será que este Gangrel era conhecido? Já havia o visto antes? Será ele aquele que sobreviveu?
    avatar
    Night's Lord
    Admin

    Mensagens : 308
    Data de inscrição : 09/03/2016

    Re: Introdução Bartholomeu Salazar

    Mensagem por Night's Lord em Sab Fev 17, 2018 5:06 pm

    O Gangrel sorri quando você finalmente percebe com quem estava falando,
    mas já estava perdendo a paciência com sua resignação, pois esperava te ter como um homem que lutava pelo que queria, e não mais um comerciante fútil que ficava perguntando e regateando o preço.

    Quando você tira seu punhal e ameaça furar a orelha do cachorro, as presas do vampiro a sua frente ficam visíveis, pois noite como estava e você na frente dele, ninguém iria perceber nada, além das garras das mãos dele.

    Um aviso mais do que claro para você guardar o punhal, e se assim o fizer, ele irá pegar o filhote de cachorro, e irá se retirar da barraca, levando suas coisas consigo. Sabia que você não iria ataca-lo pelas costas.

    Caso você não guarde o punhal, você ouvirá ele pronunciará algumas coisas, e um arrepio toma conta de você... aos seus pés começam a aparecerá alguns ratos, e alguns uivos poderão ser ouvidos não muito longe do mercado.

    A escolha é sua, se vai se arriscar com o comerciante Gangrel ou irá embora.

    Conteúdo patrocinado

    Re: Introdução Bartholomeu Salazar

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Fev 19, 2018 12:23 pm